Quinta, 26 de Maio de 2022
26°

Pancada de chuva

Parnaíba - PI

Esportes Esportes

Publicadas no DOU as diretrizes de programa que incentiva iniciação esportiva

Segundo pesquisa, Brasil tem a menor adesão, em nível mundial, à prática de atividades físicas

05/05/2022 às 10h10
Por: Nichollas Castro Fonte: Agência Dino
Compartilhe:

Foram publicadas, no dia 15 de fevereiro deste ano, no Diário Oficial da União (DOU), as diretrizes do programa Vem Ser!, que têm como objetivo oferecer desenvolvimento integral de pessoas de 8 a 18 anos, por meio do esporte. Publicar no Diário Oficial do Estado, ou no da União, nesse caso, oferece um caráter oficial às tomadas de decisão. No caso das diretrizes, a publicação ficou a cargo do Ministério da Cidadania.

O objetivo do programa, com diretrizes firmadas pela Portaria nº 749, é "oportunizar o acesso de crianças e adolescentes à iniciação esportiva de qualidade, prioritariamente daqueles que se encontram em áreas de vulnerabilidade social e que preferencialmente estejam matriculados na rede pública de ensino". O programa pode ser desenvolvido em escolas ou espaços comunitários, públicos ou privados, no contraturno ou como complemento de atividades escolares. "Esse programa abrange múltiplos cenários com essa atividade virtuosa que é o esporte. O esporte simboliza para todos nós superação, mas envolve outros valores e propicia o desenvolvimento social e a qualidade de vida", sinaliza o ministro da Cidadania.

Segundo o Ministério da Cidadania, os núcleos esportivos do Vem Ser! comportam 100 crianças e adolescentes em cada centro, com 25 alunos por turma, sendo quatro horas por semana para cada grupo, ou seja, 16 horas/aula mensais. Os núcleos acontecem por meio de parcerias entre a Secretaria Nacional de Esporte, Educação e Lazer e Inclusão Social (Snelis), da Secretaria Especial do Esporte, e governos estaduais, municipais e Distrito Federal, bem como instituições públicas federais de ensino e Organizações da Sociedade Civil (OSC), com o apoio de fundos financeiros do Ministério da Cidadania ou por emendas parlamentares.

Conforme a Organização Pan Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendada uma média de 60 minutos de atividade aeróbica, de moderada à vigorosa por dia, para crianças e adolescentes. A pesquisa ainda aponta que 81% não atingem essa meta no país.

"É mais alarmante ainda para as meninas, pois 89% não atingem essa quantidade de minutos por dia. A faixa dos meninos também é bem alta, 78%, aqui no Brasil. Entendemos que é na escola que podemos começar a fazer essa transformação. É na escola onde podemos promover o acesso de crianças e adolescentes ao esporte", diz a secretária nacional da Snelis.

Brasil está no topo do ranking de países onde menos se fazem exercícios físicos

Segundo pesquisa realizada pela Ipsos, que contou com a participação de 29 países, o Brasil tem a menor adesão à prática de atividades físicas - em média, três horas semanais, isto é, metade da média global, que é de seis horas semanais. Na contramão, Holanda e Alemanha possuem o maior tempo gasto com exercícios, dentre os países analisados. A falta de tempo e de dinheiro são as justificativas apresentadas pelas pessoas no Brasil. Os respondentes se exercitam, em média, três horas por semana e 31% afirmam que não dedicam nenhum tempo ao condicionamento físico. Em nível global, o número de horas semanais destinadas a exercícios físicos é de 6,1.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias